Finalizando nossa road trip pelas cidades históricas mineiras, com muita art, arquitetura, história e gastronomia

3 de abril de 2021 / 18 / Turismo
Facebook It
Tweet It
Pinterest It
Finalizando nossa road trip pelas cidades históricas mineiras, com muita art, arquitetura, história e gastronomia

Foto Carpemundi

CONGONHA DO CAMPO, OURO PRETO, OURO BRANCO, MARIANA E SÃO JOÃO DEL REI, FINALIZAM ESTE ROTEIRO PELA HISTÓRIA DO BRASIL.

Partindo de Tiradentes nosso roteiro pelas Cidades Históricas Mineiras, segue até Congonha do Campo, passando por pitorescas paradas. Ouro Preto é o destino seguinte, uma das principais cidades da viagem, está a poucos minutos de Ouro Branco e Mariana.

A parte final da road trip pelas Cidades Históricas Mineiras, possui uma parada em São João Del Rei a maior cidade histórica Mineira. Uma paradinha técnica em Atibaia e partimos para São Carlos finalizando a viagem.

CONGONHAS DO CAMPO 1 NOITE

De Tiradentes até Congonhas do Campo são 135 km, percurso que rodado na maior parte pela Rodovia Gabriel Passos (MGC 383), cumprindo sem nenhuma parada em aproximadamente 2:10 horas.

Foto Carpemundi

Foto Carpemundi

Parte da viagem é feita pelo antigo caminho da Estrada Real, singrando serras e pequenos bosques e passando por alguns pontos bem pitorescos que valem uma parada.

O primeiro deles é Resende da Costa, estacione o carro na Av. Alfredo Penido e siga a pé pelas lojas especializadas em artesanato têxtil, com redes penduradas nas varandas, colchas e mantas estendidas nas paredes, tapetes no piso, rolinhos de jogos americanos e bonecos de tecido nas prateleiras. O site Carpemundi recomenda as lojas: Hugo Artesanatos, Art Minas Artesanato, Associação de Artesãos de Resende Costa e Pôr do Sol Artesanato.

Com mais 30 km, o caminho desemboca na avenida principal de Lagoa Dourada, cujo comércio banal carece de charme. Siga no encalço das fachadas que garantem “o melhor rocambole do mundo” e pare no Legítimo Rocambole. Os cilindros de massa fofa vazando doce de leite seduzem no balcão, junto aos de nozes, brigadeiro, goiabada.

Foto Carpemundi

Foto Carpemundi

Daí é uma toada de 44 km até Congonhas onde estão umas das obras-primas do barroco mundial, como o majestoso conjunto da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos com obras-primas de Aleijadinho: no total, são 78 esculturas. 66 são feitas de cedo, distribuídas pelas seis capelas do complexo, marcando os passos da Via Sacra. E 12 são de pedra-sabão,  representando os profetas, do lado de fora de igreja.

Depois de um dia movimentado, está na hora de descansar para partir no dia seguinte em direção a Ouro Preto.

ONDE FICAR EM CONGONHAS DO CAMPO

As posadas mais confortáveis de Congonhas do Campo estão distantes do centro da cidade, como por exemplo a Pousada Princesa Do Vale à 14 km. Rodovia Mg 442 km 14,3 km 14,3 – Belo Vale / MG – Whatsapp – (31) 99830-2499 http://pousadaprincesadovale.com.br/

O Hotel H2 está localizado no centro de Congonhas do Campo, a 1.5 km do Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, com acomodações confortáveis e preço bem em conta. Rua Raimundo Barbosa, 300 – Whatsapp (31) 99581-5578 – https://www.hotelh2.com.br/

ONDE COMER EM CONGONHAS DO CAMPO

O Armazém Santa Rita está localizado na Rua Marechal Deodoro (275.82 mi)
Congonhas, MG, tem uns dos cardápios mais elogiado da região.

O Jacubar é tipicamente o velho é bom bar mineiro. Cerveja gelada, vista bonita, bom atendimento. Fica na Rua Dr. Paulo Mendes, 607 Basílica

Foto Carpemundi

Foto Carpemundi

OURO PRETO 3 NOITES

Apenas 63 km ligam Congonhas do Campo a Ouro Preto, recomendamos dar uma parada em Ouro Branco para conhecer a  Igreja Matriz de Santo Antônio, que guarda em seu interior ricos trabalhos de talha e pintura, considerados um dos mais representativos de Minas.

De Ouro branco vamos para Ouro Preto, a primeira cidade brasileira a receber o título de Patrimônio Cultural da Humanidade (Unesco,1980).

Ouro Preto guarda uma infinidade de surpresas, principalmente se você se interessar por história da arte. Grandes artistas do período colonial possuem relevantes obras espalhadas pela cidade: Manoel da Costa Athaíde e Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.

Passe um dia pelo centrinho da cidade – vai cansar, porque haja ladeira. Visite o Museu da Inconfidência, a Igreja São Francisco de Assis e garimpe artesanato na Feira do Largo de Coimbra, em frente. Faça uma pausa na Cafeteria e Livraria Cultural e siga para a Rua Brigadeiro Musqueira, onde estão a Igreja Nossa Senhora do Carmo, o Museu do Oratório e o Teatro Municipal. Conheça também a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, uma das mais bonitas do Brasil.

MARIANA

Tire um dia para visitar Mariana, que conta com um leque interessante de atrações. Além do casario histórico e do próprio traçado das ruas, a cidade conta também com belos mirantes, belezas naturais incríveis e uma antigas minas para extração do ouro.

O centro histórico de Mariana, que continua intacto mesmo depois do acidente no Rio Doce no ano passado (a lama não chegou ali). Veja Praça Minas Gerais, que traz um combo de atrações uma ao lado da outra. Ali ficam as igrejas de São Francisco de Assis e Nossa Senhora do Carmo, construídas no século XVIII. Logo em frente está o Pelourinho, onde eram castigados os infratores da época. E do outro lado da rua fica a Casa de Câmara e a Cadeia, atual Câmara de Vereadores, que tem na fachada um medalhão de pedra-sabão com o símbolo da coroa portuguesa. Dê uma passadinha na Casa dos Artistas Mestre Ataíde: as salas de um casarão antigo são ocupadas por diversos ateliês – é só entrar que você dá com alguns artistas trabalhando. Nos andares superiores as obras estão expostas e à venda

Foto Carpemundi

Foto Carpemundi

Uma das atrações de Mariana é uma antiga mina para extração de ouro. A Mina da Passagem foi aberta no século 18. A maior parte da estrutura existente hoje, no entanto, data do século seguinte. A Mina da Passagem fica junto ao distrito de Passagem de Mariana, a aproximadamente 7 quilômetros da sede do município. O passeio dura entre meia hora e 45 minutos e pode ser feito diariamente, das 9hs às 17hs. Os visitantes podem percorrer os subterrâneos até 120 metros de profundidade, por meio de um troley, o típico carrinho sobre trilhos usados em minas deste porte, por 315 metros. Também é possível contemplar um labirinto com galerias suspensas por colunas de pedras e quem topar fazer um mergulho, vai encarar um lago de água cristalina, com a visibilidade chegando a 50 metros, e temperatura de 21 graus..

ONDE ALMOÇAR

Separamos 2 opções de refeições de diferentes valores, bem avaliadas pelo site Tripadvisor em Mariana.

Para quem quer um restaurante com preço moderado a melhor avaliação é o Bistró na Salomão Ibrahim, 61A, no Centro, Tel – 31 3557-4138

A opção comer bem e barato fica por conta do Lua Cheia Restaurante , na Rua Dom Viçoso 58. Tel – 31 3557-3232

Foto Carpemundi

Foto Carpemundi

DICAS DE PASSEIOS PRÓXIMOS A OURO PRETO

AMARANTINA E ITABIRITO

Amarantina fica mais ou menos uns 55km de Ouro preto, pela Estrada dos Confidentes BR 356. Lá se encontra o Museu das Reduções, uma homenagem ao Brasil, em miniatura: lá estão expostas 27 réplicas pequeninas de monumentos e construções como o Palácio da Alvorada de Brasília, o Farol da Barra de Salvador e as casas coloniais de Paraty. Itabirito a 10 km de Amarantina, está o Jeca Tatu é uma espécie de museu de antiguidades e memorabilia musical, que ficam amontoados nas paredes e prateleiras. Uma confusão de discos, pôsteres, recortes de jornal, fotos, vitrolas e outros objetos antigos, como os carros espalhados no jardim. Mas o negócio ali é mesmo traçar os pastéis de angu, com recheios diversos.

FLORESTA ESTADUAL UAIMIL

Se você está com um carro mais alto tipo SUV ou com um 4X4, este é um passeio para o dia todo. Além de ser a primeira Floresta Estadual de Minas, abriga um importante remanescente de mata atlântica e, em conjunto com o Parque Estadual do Itacolomi, a Estação Ecológica do Tripuí, a Área de Proteção Ambiental Cachoeira e o Parque Natural Municipal das Andorinhas, forma um mosaico de unidades de conservação que, somadas, possuem uma área de cerca de 25 mil hectares de áreas protegidas na região do Quadrilátero Ferrífero Saiba mais – http://www.institutoestradareal.com.br/servico/detalhe/atrativo/Floresta-Estadual-do-Uaimii/1083

TREM OURO PRETO-MARIANA

Se você está em Mariana e quer dar um pulinho em Ouro Preto (ou vice-versa) e não vai neste passeio até a Mina da Passagem, está é uma opção. Os horários de funcionamento permitem que você faça um passeio bate-volta e retorne em tempo hábil para a cidade onde está hospedado. É uma viagem em trem turístico é passeio bacana e uma atração à parte, em um cenário lindo. Horários e tarifas – http://www.vale.com/brasil/PT/business/logistics/railways/trem-turistico-ouro-preto-mariana/Paginas/default.aspx#precos

Foto Carpemundi

Foto Carpemundi

ONDE FICAR EM OUTRO PRETO

Em um prédio estilo colonial, situado no coração do centro histórico, a charmosa Pousada do Mondego é uma viagem no tempo. No café da manhã, há muita tradição e sabor mineiro. A propriedade oferece vista panorâmica de Ouro Preto e acomodações com móveis imperiais e de artistas como Aleijadinho. Os quartos tem ventilador, Wi-Fi, TV a cabo, frigobar e varanda. Ainda tem um confortável espaço de leitura, um bar bistrô e sala de internet. https://mondego.com.br/

Ótimo custo benefício e estando a 400 metros da Igreja de São Francisco a graciosa Pousada Imperial Cidade. Toda a propriedade possui decoração clean, deixando transparecer apenas a arquitetura da casa. Tem terraço ao ar livre e os quartos possuem isolamento acústico, camas impecáveis, TV e frigobar. A varanda de alguns quartos possui uma estilosa porta balcão e vista da cidade. As diárias incluem café da manhã e estacionamento.  http://www.imperialcidade.com.br/

ONDE COMER EM OURO PRETO

Os restaurantes de Ouro Preto estão concentrados no Centro Histórico, especialmente na Rua Direita (ou Rua Conde da Bobadela) e na Rua São José. Não será necessário andar muito para encontrar boas opções. Se quiser ir direto aos mais disputados restaurantes da cidade, experimente o Passo (R. São José, 56) e o Bené da Flauta (R. São Francisco de Assis, 32), os dois com refinados cardápios e pratos mais elaborados.

Se a busca for por pratos típicos, preparados ao clássico modo mineiro, não deixe de experimentar as delícias dos restaurantes Casa do Ouvidor (R. Conde de Bobadela, 42) e Contos de Réis (R. Camilo de Brito, 21). Os dois oferecem o autêntico sabor mineiro, sem invenções ou adaptações. Lembrando que a cidade é repleta de espaços que oferecem culinária mineira autêntica.

Foto Carpemundi

Foto Carpemundi

SÃO JOÃO DEL REI UM DIA

Saindo de Ouro Preto, iniciamos nossa viagem de volta com uma parada em São João Del Rei para passar uma noite. O trajeto rodoviário entre as duas cidades é de 154 km , feita em aproximadamente 2 horas e meia.

Mais do que as outras cidades históricas de Minas, São João viu seu casario colonial ser envolvido pelo desenvolvimento urbano e econômico. Ainda assim, o patrimônio arquitetônico, cultural e religioso persiste. Não perca a Igreja Nossa Senhora do Carmo, com o interior todo branco, e a Igreja de São Francisco de Assis. Sua localização na bela Praça Frei Orlando, em terreno elevado, faz a construção, com torres de 30 metros, sobressair no conjunto colonial. No interior, as talhas na capela-mor representam a Santíssima Trindade.

ONDE FICAR EM SÃO JOÃO DEL REI

A Pousada Beco do Bispo, é a melhor avaliada no tripadvisor. Boa localização, boas acomodações e um serviço muito elogiado. Além de ter um bom custo. https://becodobispo.com.br/

ONDE COMER EM SÃO JOÃO DEL REI

Próximo a praça da Igreja São Francisco de Assis, o restaurante Dedo de Moça, serve pratos muito elogiado da culinária local. https://restaurante-dedo-de-moca-brazilian-restaurant.negocio.site/

A opção com um valor mais em conta e com um bom custo benefício é o Villeiros. http://www.villeiros.com.br/

Final de viagem, está querendo comer bem e barato? A opção é o

Fifties Hambúrguer com seu ambiente reduzido serve um excelente lanche, inclusive com opções veganas. https://pt-br.facebook.com/FiftiesFineBurgers

Foto Carpemundi

Foto Carpemundi

ATIBAIA UM DIA

Após de 409 km da Rodovia Fernão Dias, próximo de 4 horas e meia de viagem uma para descansar antes do trecho final para São Carlos, o aproveitar o mesmo hotel reservado na ida (primeira parte da viagem. veja – https://flyford.com.br/fly/uma-road-trip-pelas-cidades-historicas-mineiras-e-viajar-na-nossa-historia/ ). Dá para aproveitar parte do domingo descansando antes de partir.

Fontes:

https://guia.melhoresdestinos.com.br

https://www.minasgerais.com.br/pt/blog/artigo/cidades-historicas-mineiras-um-mergulho-na-nossa-historia

https://www.carpemundi.com.br/

https://congonhas.org.br/

https://segredosdeviagem.com.br/o-que-fazer-mariana-minas-gerais/

http://www.distanciasentrecidades.com/

PRECISA DE AJUDA PARA ENCONTRAR SEU CARRO NOVO?

FALE COM A GENTE
Compare List