Henry Ford, um inventor que acelera a modernidade sobre rodas

3 de novembro de 2020 / 786 / A Ford
Henry Ford
Facebook It
Tweet It
Pinterest It

O americano Henry Ford nasceu em 30 de julho de 1863 na cidade norte-americana de Springwells Township, Michigan. . Quando jovem, trabalhou na fazenda do pai, onde era responsável pela manutenção dos tratores e foi nesta época que desenvolveu o talento e o grande interesse pela engenharia automobilística.



Em 1879, muda-se para Detroit, onde começa a trabalhar como aprendiz de mecânico, justamente na cidade que mais tarde seria conhecida como a capital automobilística dos Estados Unidos.

Logo aos 16 anos constrói seu primeiro motor a vapor. Em 1891, Ford assume o posto de engenheiro na Edison Illuminating Company, de propriedade de Thomas Edison, onde se torna engenheiro chefe.

Enquanto isso, Ford desenvolvia durante os finais de semana, na garagem da sua casa, aquela que seria sua maior criação, um automóvel com o primeiro motor de combustão interna, patenteado em 1893, em um quadriciclo de propulsão independente movido a gasolina. Assim, deixa seu emprego estimulado pelo próprio Thomas Edison para seguir seu sonho.

Aos 40 anos, funda no dia 16 de junho de 1903 a Ford Motor Company, sendo o primeiro empresário a aplicar a montagem em série, produzindo em massa automóveis em menos tempo e a um custo menor, revolucionando com o modelo Ford T a indústria e o transporte dos Estados Unidos, tornando-se um dos homens mais ricos e conhecidos do mundo.


A criação da Linha de Montagem revolucionou a indústria em todo mundo.
No Sistema Fordiano de Produção (Fordismo), por meio de uma esteira de montagem em movimento, havia operários para cada função determinada: montagem do chassis, motor, pintura, colocação de pneus, direção etc, o que possibilitava a produção em grande escala e baixo custo, padronizando fabricação dos seus carros (Modelo T), em que todos eram da cor preta, conseguindo assim fabricar um carro a cada 98 minutos, oferecendo altos salários a seus operários.
O automóvel, antes restritos a poucos privilegiados, torna-se mais barato e acessível à grande parte população, influenciando positivamente a economia norte-americana e revolucionando o sistema de transporte.


O modelo T da Ford, conhecido no Brasil como Ford Bigode, foi o automóvel mais famoso produzido por Henry Ford, sendo o mais vendido durante muitos anos, chegando a ter, ao final dos anos 20 do século passado, a ter mais de 2 milhões de unidades fabricadas.
Além de ser empenhado em baixar os custos de seus produtos, Ford desenvolveu uma série de inovações técnicas e de negócios, como o sistema de franquias, instalando uma concessionária em cada cidade americana, bem como nas maiores cidades de vários países pelo mundo.
Além de engenheiro e empresário, Ford foi escritor, jornalista, político, filantropo e ativista pela paz.
Como inventor, registrou 161 patentes nos Estados Unidos.


Na condição de empresário, sua gestão permitiu que a família controlasse a Ford permanentemente. Mas, apesar disto, deixou a maior parte de sua fortuna para a Fundação Ford, entidade que investe na pesquisa científica e educacional.
Falecido em 7 de abril de 1947, na cidade de Fair Lane, Dearborn, Michigan, EUA, também deixa como legado algumas frases emblemáticas:

“O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar com mais inteligência.”
“Não encontro defeitos. Encontro soluções. Qualquer um sabe se queixar.”
“Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele.”
“Não é o empregador quem paga os salários, mas o cliente.”
“Não nos tornamos ricos graças ao que ganhamos, mas com o que não gastamos.”
“O passado serve para evidenciar as nossas falhas e nos dar indicações para o progresso do futuro.”

PRECISA DE AJUDA PARA ENCONTRAR SEU CARRO NOVO?

FALE COM A GENTE
Compare List